1ª Visita do Roteiro das Árvores Monumentais de Monchique

Hoje foi um dia importante. Um pouco mais de dois anos depois de lançada a ideia, esta manhã realizou-se a primeira visita experimental do Roteiro das Árvores Monumentais de Monchique. Coordenada pela associação Almargem e pela Via Algarviana, com implementação pela associação A Nossa Terra (percursos e área cultural), contributo científico da Árvores de Portugal e apoio da Câmara Municipal de Monchique e da Autoridade Florestal Nacional, este projecto deu hoje o seu primeiro passo de abertura ao público.

Participaram neste passeio pelas árvores da vila cerca de 35 pessoas. Para além da nossa ajuda, contou com o nosso amigo Steve Hugman, d’A Nossa Terra, como guia e teve início no miradouro do posto de turismo.

A primeira paragem foi na araucária das piscinas, seguindo-se os eucaliptos do Centro de Saúde e a araucária da Quinta do Viador. Subimos então para o Convento de Nossa Senhora do Desterro, atravessando um espectacular sobreiral. Não visitamos a moribunda magnólia do convento (que avistamos apenas de um outro ponto do percurso) mas sim uma outra, uma jovem promessa que poderá no futuro, e sendo-lhe dada a oportunidade de crescer, somar-se ao grande número de monumentos vivos desta vila.

Concluído o percurso norte de cerca de 4km, realizou-se um outro de 2km à parte sul da povoação, que permitiu avistar de perfil o alinhamento de plátanos da EN266, que atingimos algumas centenas de metros mais à frente. Pelo caminho ainda passamos por outro sobreiral onde encontramos alguns jovens exemplares da espécie talvez mais emblemática desta vila – o carvalho-de-monchique.

A actividade concluiu-se com um almoço num restaurante em pleno coração da serra, momento de confraternização onde estiveram presentes elementos das três associações e o senhor Presidente da Câmara de Monchique.

A avaliação desta iniciativa é fácil de fazer, bastando atentar nas palavras apreço e entusiasmo dos participantes, muitos deles de origem inglesa, alemã entre outras. Sem dúvida a repetir. Em breve!

Deixar uma resposta

Mantenha-se no tópico, seja simpático e escreva em português correcto. É permitido algum HTML básico. O seu e-mail não será publicado.

Subscreva este feed de comentários via RSS